Sábado, 19 de Abril de 2008

Existem verdadeiras histórias para contar...


À dez anos atrás, numa noite escura e fria, alguém foi assassinado sob as luzes da Câmara Municipal. Poucas pessoas presenciaram esta cena, mas todas elas concordaram que o assassino se parecia muito comigo!
 
Ela caminha por estes montes, com um longo véu preto
Ela visita a minha sepultura quando os ventos da noite uivam
Ninguém sabe, ninguém vê, ninguém sabe, excepto eu!
 
O juiz disse: "Filho qual é o teu álibi? Se estavas noutro lugar, então não terás que morrer."
Eu não respondi nada, embora isso significasse perder a minha vida, pois eu estava em New Orleans com a esposa do meu melhor amigo!
 
Ela caminha por estes montes, com um longo véu preto
Ela visita a minha sepultura quando os ventos da noite uivam
Ninguém sabe, ninguém vê, ninguém sabe, excepto eu!
 
Agora que a execução é iminente, e a eternidade está próxima, ela estava na multidão e não derramou uma lágrima sequer. Às vezes à noite, quando os ventos gelados sopram, com um longo véu preto, ela chora sobre os meus ossos!
 
Ela caminha por estes montes, com um longo véu preto
Ela visita a minha sepultura quando os ventos da noite uivam
Ninguém sabe, ninguém vê, ninguém sabe, excepto eu!
Ninguém sabe, ninguém vê, ninguém sabe, excepto eu!
 
Johnny Cash - The Long Black Veil 1987
 Este é para ti, tu sabes!!
http://www.youtube.com/watch?v=EiZ8ztIIZjs
 

publicado por TomeNota às 23:00
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Teia d´Aranha a 21 de Abril de 2008 às 09:30
Simplesmente... magnífíco... Não preciso dizer mais nada...

Beijinho Grande


De TomeNota a 24 de Abril de 2008 às 13:51
Eu sabia!!
Bjs


Comentar post

Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28



ver perfil

seguir perfil

. 2 seguidores

Arquivo:

Fevereiro 2010

Junho 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008